segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O que é traição?


O profeta caminhava pela rua, perguntando: “não somos todos filhos do mesmo Pai Eterno?”.
A multidão concordava. E o profeta continuava: “e se é assim, por que traímos nosso irmão?”
Um garoto que assistia, perguntou ao pai: “o que é trair?”
“É enganar o seu companheiro para conseguir determinada vantagem”.
“E por que traímos nosso companheiro?” insistiu o garoto.
“Porque no passado alguém começou isto. Desde então, ninguém sabe como parar a roda. Estamos sempre traindo ou sendo traídos”.
“Então não trairei ninguém”, disse o garoto.
E assim fez. Cresceu, apanhou muito da vida, mas manteve sua promessa.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O Senhor coloca grandes pastores na sua Igreja

SALMO 40

ACÇÃO DE GRAÇAS SEGUIDA DE PRECE - Acima de tudo, é um salmo individual de acção de graças. Mas a certeza com que o salmista agradece os benefícios do passado permite-lhe também pedir ajuda para problemas novos com que se debate.

Invoquei o SENHOR com toda a confiança;
Ele inclinou-se para mim e ouviu o meu clamor.
Tirou-me dum poço fatal, dum charco de lodo;
assentou os meus pés sobre a rocha
e deu firmeza aos meus passos.
Ele pôs nos meus lábios um cântico novo,
um hino de louvor ao nosso Deus.
Muitos, ao verem isto, hão-de comover-se,
hão-de pôr a sua confiança no SENHOR.
Feliz o homem que confia no SENHOR
e não se volta para os idolatras,
para os que seguem a mentira.

Grandes coisas fizeste por nós, SENHOR, meu Deus;
não há ninguém igual a ti!
Quantas maravilhas e desígnios em nosso favor!
Quisera anunciá-los e proclamá-los,
mas são tantos que não se podem contar.
Não quiseste sacrifícios nem oblações,
mas abriste-me os ouvidos para escutar;
não pediste holocaustos nem vítimas.
Então eu disse: "Aqui estou!
No Livro da Lei está escrito
aquilo que devo fazer."
Esse é o meu desejo, ó meu Deus;
a tua lei está dentro do meu coração.
Anunciei a tua justiça na grande assembleia;
Tu bem sabes, SENHOR, que não fechei os meus lábios.
Não escondi a tua justiça no fundo do coração;
proclamei a tua fidelidade e a tua salvação.
Não ocultei à grande assembleia
a tua bondade e a tua verdade.
SENHOR, não me recuses a tua ternura;
que a tua graça e a tua verdade me protejam sempre!
Males sem conta me cercam;
as minhas iniquidades caem sobre mim, sem que as possa ver!
São mais numerosas que os cabelos da minha cabeça;
por isso, o meu ânimo desfalece.

SENHOR, vem em meu auxílio,
apressa-te em socorrer-me!
Fiquem confundidos e envergonhados
os que procuram tirar-me a vida.
Retrocedam e corem de vergonha
os que desejam a minha desgraça.
fiquem atónitos e cheios de vergonha
os que troçam de mim.
Alegrem-se e exultem em ti todos os que te procuram.
Digam sem cessar os que desejam a tua salvação:"O SENHOR é grande!"

Eu, porém, sou pobre e desvalido:
Senhor, cuida de mim.
Tu és o meu auxílio e o meu libertador:
ó meu Deus, não tardes!

São maravilhosas as maravilhas que Deus opera na minha vida. Agradeço-lhe hoje pelo apoio de ontem e peço fé para continuar... Obrigada pelo apoio, amigo, companheiro e Pastor que colocou na minha vida! Quero continuar neste discernimento com a certeza que serei feliz!!!

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Porque gritam as pessoas?

Um dia um sábio perguntou aos seus discípulos o seguinte:
-Porque as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
Os homens pensaram por alguns momentos:
- Porque perdemos a calma - disse um deles - por isso gritamos.
- Mas, porquê gritar quando a outra pessoa está ao teu lado? - perguntou o sábio - Não é possível falar-lhe em voz baixa? Porque gritas a uma pessoa quando estas aborrecido?
Os homens deram algumas respostas mas nenhuma delas satisfazia o sábio.
Finalmente ele explicou: Quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância precisam de gritar para poderem escutar-se. Quanto mais aborrecidas estejam, mais forte terão que gritar para escutar-se um ao outro através desta grande distância.
Em seguida o sábio perguntou: - O que sucede quando duas pessoas se enamoram? Elas não se gritam mas sim se falam suavemente, porquê? Seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena.
E continuou...
- Quando se enamoram acontece mais alguma coisa? Não falam, somente sussurram e ficam mais perto ainda de seu amor. Finalmente não necessitam sequer sussurrar, somente se olham e isto é tudo. Assim é quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Então o sábio concluiu: - Quando discutirem, não deixem que seus corações se afastem e não digam palavras que os distanciem mais pois chegará o dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta...

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

"Sinceramete não sei (sabemos) o que fazer!"

A viver uma mentira?

Hoje, nesta nova 2.ª feira, ao iniciar mais uma semana interrogo-me sobre a vida... A minha vida!

Olho para trás e questiono se tudo o que se têm vindo a passar não passará de uma mentira? Estarei a viver uma mentira? O que ando eu a fazer? Com quem me fui envolver?
Ele mente e trai quem com ele partilha a vida... Fará o mesmo comigo?

Nunca me imaginei a viver semelhante situação...
Não sei se é amor, paixão, desejo, desespero, loucura... Mas sei que queria que tudo fosse diferente!
...Sei o que procurava quando me deixei levar... continuo nessa procura... Procuro a felicidade!!!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Um local muito especial


Aqui já namorei, já escrevi, já ri, já conversei, já corri, já lutei, já sonhei, já chorei...

Este local, na Ericeira, é um dos meus eleitos! Aqui, de olhos postos no imenso mar posso esquecer o mundo... Este local faz-me ficar mais serena. Talvez seja a espantosa vista que este miradouro me oferece!

Ontem, na difícil manhã que tive, acorri a este local para renovar forças e seguir em frente...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Sexta-feira...


Hoje é, de novo, sexta-feira!
Sempre gostei delas de um modo muito especial, sempre foi um dia especial...
Mas hoje, esta sexta-feira, sabe-me diferente das outras...
Hoje acordei com uma vontade enorme de desrespeitar as regras do jogo, com um doce amargo na boca, com o desejo de não te desejar desejando muito...

Será que hoje nos vamos unir? Esse é o meu medo e a minha vontade... Mas não posso nem devo... Desculpa-me!


sexta-feira, 16 de abril de 2010

Os cristãos serão sempre perseguidos...

Por uma grande variedade de razões, os primeiros cristãos foram perseguidos pelos Romanos. A razão mais importante era, no meu ponto de vista, por não se conformarem com a religião do Estado, o que era uma traição e que em Cristo deixará de fazer sentido. Além do mais, ainda circulavam rumores a respeito dos cristãos por estes se encontrarem em “locais secretos” onde tomavam parte em “estranhos rituais”, estes desagradavam a Roma. Hoje, outros tantos “gestos estranhos” continuam a desagradar...

Àqueles que sofrem perseguição, Jesus Cristo prometeu a felicidade!

O perseguido por causa da Verdade, da Justiça e do Amor foi Ele próprio e o seu testemunho até ao fim levou-o à Cruz! Na sua morte, Jesus Cristo quis assumir toda a paixão que deriva da injustiça, sem enjeitar qualquer parcela da tragédia humana, por isso, o seu flagelo humano culmina no grito da sua maior angústia terrena, onde Ele, o próprio Jesus, experimenta a ausência de Deus: "Meu Deus, meu Deus, porque me abandonaste!" Este grito, no entanto, é oração, trata-se do início de um salmo, que, logo a seguir, dá expressão à mais total confiança e esperança em Deus. Uma tal morte, nas trevas da mais radical angústia, é, afinal, o lugar da intervenção salvadora de Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo! A cruz constitui, por isso, o lugar da felicidade dada por Deus! Esta é a bem-aventurança prometida àqueles que forem perseguidos como Ele foi, que forem perseguidos "por sua causa"...
No entanto, há dias, em que o peso da nossa cruz parece demasiado pesada! Mas há que ter esperança, fé e amar a Igreja...

Termino com uma palavras do nosso Papa... Na Exortação “Sacramento da Caridade”, Bento XVI recorda mais uma vez a coragem dos cristãos perseguidos e que a liberdade religiosa é um direito fundamental do homem em qualquer parte do mundo:
“Devemos verdadeiramente dar graças ao Senhor por todos os bispos, sacerdotes, pessoas consagradas e leigos que se prodigalizam a anunciar o Evangelho e vivem a sua fé sob risco da própria vida. Não são poucas as regiões do mundo onde o simples ir à igreja constitui um testemunho heróico que expõe a vida da pessoa à marginalização e à violência. Nesta ocasião, quero também reiterar a solidariedade da Igreja inteira a quantos sofrem por falta de liberdade de culto. Nos lugares onde não há a liberdade religiosa, sabemos que falta, no fim de contas, a liberdade mais significativa, pois é na fé que o homem exprime a decisão íntima relativa ao sentido último da própria existência; por isso, rezemos para que se alargue o espaço da liberdade religiosa em todos os Estados, a fim de os cristãos e os membros das outras religiões poderem livremente viver as suas convicções, pessoalmente e em comunidade.”

quarta-feira, 14 de abril de 2010


"As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para uns, que viajam, as estrelas são guias.
Para outros, elas não passam de pequenas luzes. Para outros, os sábios, são problemas. Para o meu negociante, eram ouro. Mas todas essas estrelas se calam.
Tu porém, terás estrelas como ninguém...
Quero dizer, quando olhares o céu de noite, (porque habitarei uma delas e estarei rindo), então será como se todas as estrelas te rissem! E tu terás estrelas que sabem sorrir! Assim, tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo (basta olhar para o céu e estarei lá). Terás vontade de rir comigo. E abrirá, às vezes, a janela à toa, por gosto... e teus amigos ficarão espantados de ouvir-te rir olhando o céu.
Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!"