quinta-feira, 31 de maio de 2012

Deus "dá-nos rebuçados" que adoçam a vida!

Orgulho-me de ser uma mulher em constante crescimento, que tem aprendido muito (mesmo) com a vida e que procura sempre um pouco mais. Apesar das grandes dificuldades e dos momentos menos felizes, hoje sou grata por tudo!


E, contrariamente aos últimos dias, hoje recebi "um doce" que soube tão bem... Há momentos na vida em que um pequeno elogio vale tanto que muda por completo o rumo das coisas... Obrigada :)
A verdade é filha do tempo, não da autoridade!


Adoro o Verão #2











Este Verão é só sonhar...
Louboutin, Zilian, Aldo, Ramarim, Arezzo, Schutz!!! Para (quase) todos os preços e gostos! E são todos tão lindos....
Estou quase a fazer aninhos!!! :)

terça-feira, 29 de maio de 2012

Adoro o Verão #1

É das minhas frutas preferidas =P

Com o tempo a vida ensinou-me:


 - a dizer adeus às pessoas que amo, mas sem tira-las do meu coração;
 - a sorrir àquelas pessoas que não gostam de mim, simplesmente para que saibam que sou diferente do que elas pensam;
 - a fazer de conta que tudo está bem quando nem sempre é verdade, fazendo-o como escapatória que me leva a acreditar que tudo vai mudar;
 - a calar para ouvir;
 - a valorizar os meus erros, assumindo-os e aprendendo com eles, pois afinal eu posso ser sempre melhor:
 - a rir-me alto quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo;
 - a ser forte quando os que amo estão com problemas;
 - a ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho, mesmo aqueles que já não o merecem;
 - a amar aos que me magoam e aos que fazem de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
 - a perdoar inteiramente sem olhar para o meu umbigo, pois também eu já precisei desse perdão. E é tão amargo quando ele não existe;
 - a esquecer todo o meu mundo só para alegrar o mundo de quem mais precisa;
 - a aproveitar cada instante de felicidade como se fosse o primeiro, o único e o último;
 - a chorar de saudade sem ter qualquer vergonha de o demonstrar;
 - a ter olhos para "ver e ouvir" e, mesmo que não entenda, a aceitar o que Deus me dá;
 - a dar valor a pôr-do-sol;
 - a não sentir pena quando tudo se acaba, pois apenas o que é importante é infinito;
 - a não ter medo do futuro, a aproveitar o presente, a arrumar o passado e a tudo aceitar como um presente que recebi...

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Lisboa - Uma cidade a orgulhar-se!!!

Numa altura em que, cada vez mais, os meios de comunicação social nos mostram apenas as coisas más que por cá vão acontecendo, acho que não posso deixar uma boa noticia passar ao lado.
Neste mês, a nossa maravilhosa capital, a cidade das 7 colinas, a bela Lisboa branca não só teve destaque nas mais importantes revistas internacionais de turismo, como agora integra, pela primeira vez, as listas do prestigiado ranking “European Cities & Regions of the Future 2012/13”. Na classificação geral de “Cidades do Sudoeste da Europa”, a cidade das sete colinas alcança o 3º lugar. Já no grupo de "Estratégia de Investimento Direto Estrangeiro das cidades do Sudoeste Europeu", sobe um lugar no pódio e conquista a 2ª posição.
Na edição europeia da revista Time, Lisboa foi descrita como “A cidade branca imponente” mas desde os monumentos, palácios, às casas de fado, ao castelo, a uma viagem de eléctrico nada tem sido deixado sem nota positiva em Lisboa. E até já nos Estados Unidos a nossa capital não passa despercebida... E pelos ares, numa revista de bordo da easyJet, também se encontra uma edição (de Maio) inteiramente dedicada à cidade e zonas próximas, onde até a minha eterna Ericeira ganha destaque.







Só posso concordar pois de facto Lisboa é uma cidade lindíssima!!!

terça-feira, 22 de maio de 2012


Só aqueles que têm paciência para fazer coisas simples com perfeição é que irão adquirir habilidade para fazer coisas difíceis com facilidade.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

BA

Suicídio na Adolescência

"Os suicídios são a segunda causa de morte dos adolescentes, entre os 14 e os 24 anos, em Portugal, a seguir aos acidentes de viação, e embora com maior raridade já se começam a registar na infância. Mas nesta faixa etária são mais as tentativas de suicídio do que os suicídios. Na infância "são muito poucos os casos", mas a tendência é haver suicídios cada vez "mais precoces".
A idade com que as pessoas se suicidam tem vindo progressivamente a decrescer, existindo em idades mais precoces, como na infância. Esta tendência deve-se, "a múltiplos factores", como educacionais, falta de redes sociais, défice de controlo dos impulsos e alteração da dinâmica das famílias." 
Palavras de Maria Manuela Correia, vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Suicidologia 
e de Maria Manuela Correia da direcção do Núcleo de Estudos do Suicídio
do Serviço de Psiquiatria do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.


...Algumas palavras sobre um tema, de que não me sinto nada à  vontade de falar. Mas, e porque me marcou muito um caso "próximo e recente", aqui deixo algumas "notas" que fui guardando no fim-de-semana.
Primeiramente, quero realçar o belo momento que vivi no sábado, em que muitos jovens (dentro da faixa etária mencionada) rezam por um "amigo" que parte. Depois a observação feita pelo Pe Luís "Este é o resultado de uma vida sem Jesus!" e o pior de tudo: o sofrimento daqueles pais. Estava no rosto deles o antecipado e trágico desfecho de uma vida inacabada... E ainda, a certeza de que é Deus quem nos deu esta vida e que só Ele nos pode tirá-la! E por fim ficam as únicas coisas possíveis de se fazer agora: Rezar, rezar muito! E perante tudo o que se oiça e diga sobre este trágico caso, que a atitude de quem vive com Deus possa ser de alento e esperança...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Aprendemos a voar como pássaros e a nadar como peixes, mas não aprendemos a conviver como irmãos.

Martin Luther King

terça-feira, 15 de maio de 2012

Que serei eu?

O futuro tem muitos nomes...
Para os fracos, é o inatingível.
Para os temerosos, o desconhecido.
Para os valentes, é a oportunidade.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Locais a visitar #1

SILK CLUB

Ouvi falar muito por alto, mas pareceu-me um lugar fascinante: SILK, situado no coração de Lisboa no Chiado!
Um lugar a conhecer, sem dúvida... O único problema que se coloca, é o simples facto de ser um espaço privado, inacessível a qualquer comum mortal... O que o torna num local a visitar Top1 :) 
Uma cunha agora dava jeito!?

Após uma noite de bom sono...

Acredito que, como tantas outras coisas na vida, tudo isto seja um processo…
Muitas vezes, as coisas são incompreensíveis no seu início, mas quero acreditar que tudo se torna irreversível quando se chega a uma fase em que já se coloca “o mundo” em questão, em que o perdoar custa, em que o outro não nos causa admiração e em que o respeito e a paciência vão se tornando cada vez menores.
Não acredito que deixemos de quer algo propositadamente. Não! No fundo queremos todos ser um caso de sucesso. Cada pessoa quer que a sua história seja diferente e mais feliz que a do outro. Há determinada altura na nossa vida em que não queremos fazer parte das estatísticas.
Mas se a paixão, o amor, o desejo, o sonho… se constroem na idealização da outra pessoa, o desamor pauta-se pelo inverso! E, não me parece que haja uma fórmula mágica. Acho que é algo que não se pede, que vai acontecendo e se torna fruto de muitas condicionantes... Condicionantes essas, que não sei por onde andam? Portanto as habituais receitas "rápidas" para "curar todos os males" e esquecer o passado rumo a um futuro novo, são muito pouco proveitosas.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Quantas pessoas são necessárias para mudar uma lâmpada?

Isso depende do tipo de pessoa:

Gays
Seis: um para trocar e cinco para ficarem a gritar: Linda! Poderosa! Maravilhosa! Divina! Tuuudo!
Beatas
Duas: uma troca a lâmpada enquanto a outra conta toda a sua vida.
Psicólogos
Apenas um, mas a lâmpada tem que querer ser trocada.
Loiras
Cinco: uma para agarrar a lâmpada e outras quatro para rodarem a cadeira.
Sócrates
Não troca… A lâmpada não está fundida, o problema é a crise mundial.

Bêbados
Um, só pra segurar a lâmpada, enquanto o tecto vai rodando.

Activistas
Nenhum.. A lâmpada não precisa mudar, é a sociedade que tem de mudar.

Portistas
Nenhum… Temos o estádio dos dragões, não precisamos da Luz pra nada!

Machões
Nenhum: macho não tem medo do escuro.

Betinhas
Duas: uma pra segurar a Cola light e outra pra chamar o papá.

Espanhois
Só um: ele segura a lâmpada e o mundo gira ao seu redor.

Porque rir é o melhor remédio :D #2

Um velho senhor tinha um bonito lago na sua enorme herdade. Durante bastante tempo deixou de dar o seu passeio até ao lago. Mas naquele dia, decidiu ir ver se estava tudo em ordem...
Pegou num balde para trazer fruta das árvores do pomar. E, ao aproximar-se do lago, ouviu vozes femininas, animadas, divertidas... Era um grupo de mulheres, muito jovens, a tomar banho no lago,
completamente ...nuas!
Todas fugiram para a parte mais funda do lago, deixando apenas a cabeça fora da água. Houve uma que gritou:  - Não saímos daqui enquanto o senhor não se for embora!
Ao que o velho respondeu:  - Calma moças, eu não vim até aqui para as ver a nadar ou para as ver a sair nuas do lago! E, mostrando o balde, acrescentou:  - Eu só vim dar de comer ao crocodilo!

terça-feira, 8 de maio de 2012



"Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens."
Fernando Pessoa

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Feliz Dia das Mães :)



Dia da mãe deveria ser todos os dias. No entanto, ainda bem que existe este dia, para me relembrar da mãe fantástica que tenho!

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Arriscar-se é perder o pé por algum tempo. Não se arriscar é perder a vida...

Soren Kiekegaard

Rir é arriscar-se a parecer louca.
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.
Estender a mão ao outro é arriscar-se a envolver-se.
Expor sentimentos é arriscar-se a mostrar o seu eu verdadeiro.
Amar é arriscar-se a não ser amado.
Apresentar ideias e sonhos em público é arriscar-se a perder.
Viver é arriscar-se a morrer.
Ter esperança é arriscar-se a ter uma decepção.
Tentar é arriscar-se a falhar.

Mas é preciso correr riscos…
Porque o maior dor que pode existir na vida é não arriscar-se a nada!
Pessoas que não arriscam, que nada fazem, que não avançam, nada são. Elas podem até estar apenas a evitar o sofrimento e a tristeza. Mas assim privam-se de aprender, sentir, crescer, amar, viver.
Quanta gente não se encontra acorrentada às suas atitudes?
Só a pessoa que arrisca é que é livre!

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Pingo Doce: Vale a pena rir!!!







Perdi algum tempo, não no dia 1 de Maio em filas e confusões, mas a pensar no que aconteceu, e deduzo o quão triste foi esta estratégia de marketing. Não sei quem tem maior culpa na mesma, mas a coisa, no meu ponto de vista, é bem mais grave do que aquilo que se discute no parlamento… Ao ponto que as pessoas chegaram para cometerem estes actos de loucura! Contudo, no meio de tanta confusão, ainda há quem nos consiga por a rir com tamanha miséria. Parabéns à RFM e à Comercial!!!