sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

2012

Em jeito de balanço e muito rapidamente tentarei destacar as coisas marcantes deste ano que agora termina:
 - Tornei-me fiel ao blog;
 - Sábados no Tabor;
 - Início do voluntariado;
 - Sub-16 na minha terrinha: um esforço, a realização de um sonho, o bom o e mau de todo o encontro;
 - Uma Quaresma reforçada e diferente;
 - Encontro de Adolescentes em Penafirme;
 - Ida a pé à Serra do Socorro;
 - Jogo de Futebol Benfica x Marítimo com as minhas crianças do Voluntariado;
 - Semana.com;
 - Férias Madrid;
 - Encontro JMV *****;
 - Saída do Gj;
 - Recomeço de mais um ano na catequese;
 - Direcção Espiritual;
 - Festa de Natal da CVP;
 - Natal diferente;
Não foi mau mas podia ter sido um bocadinho melhor... No próximo vou empenhar-me mais, prometo!

O último dia!

De  trabalho....


... em 2012

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

#8 - Dicas para o homem perfeito

 Qual de nós mulheres, quando vê um homem bonito, charmoso e
 com uma criança no colo,
 cheio de cuidados, sendo dedicado e embevecido com ela,
não fica rendida aos seus encantos?


Ser feliz com a felicidade dos outros!

Hoje estou feliz!!!
Ontem recebi uma excelente notícia... A minha melhor amiga partilhou comigo algo muito importante para ela, por isso eu me alegro e fico imensamente feliz por ela! (Parabéns linda! Se há alguém que merece ser feliz, esse alguém és tu!)
Por ela - porque é muito especial na minha vida - consigo estar muito feliz, por ela consigo ser feliz... E acho que esta capacidade de ser feliz com a felicidade dos outros, é algo que nos torna diariamente mais humanos!

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Um tema chocante: Como pode uma mãe abandonar um filho?

Este é um tema chocante!
Um tema que, infelizmente, é cada vez mais uma realidade. Quase diariamente chegam-nos noticias de mães que matam filhos, de mães que os entregam mortos para serem queimados, de mães que simplesmente os abandonam ou que os deixam ficar no hospital após o nascimento, como se de um mero objecto se tratassem!
Ainda hoje, num telejornal, ouvia que regredimos décadas relativamente ao número de crianças deixadas nos hospitais vitimas de maus tratos e que de 2011 para 2012 o número de casos tinha aumentado. Bolas! Como é possível? Não sei! Não tenho resposta possível para tal questão... Não há resposta possível!
Para mim, pessoalmente, falar disto não é fácil, fico sempre com uma lágrima pronta a sair, fico arrepiada e, de um modo muito particular, fico aterrorizada com a capacidade de certas "mulheres" em não defenderem os seus filhos ou, simplesmente em não os crerem!

Infelizmente, não sou (ainda) mãe biológica de ninguém, sou apenas mãe de coração... E, em alguns casos até mais do que isso! Mas, embora possa chegar perto, não sei nem consigo sequer imaginar o quão grande deve ser esse sentimento único da maternidade que liga eternamente uma mãe a um filho... Ou que devia ligar! Mas, ainda assim, ainda que não saiba o que é ser mãe - no mais verdadeiro sentido e conteúdo da palavra - sou perentória a afirmar que eu nunca, independentemente de tudo, conseguiria abandonar um filho, ainda que "alegadamente" fosse para a sua felicidade! Como pode uma criança ser feliz longe da mãe?
E também, infelizmente, sei muito bem (quase na 1.ª pessoa) o que é isto de se rejeitar um filho; sei-o pelo trabalho que faço no voluntariado e sei-o pela situação dos meus sobrinhos... Ontem fez exactamente um ano em que progenitora dos meus sobrinhos os deixou em casa do meu irmão e até hoje nunca mais os viu, nunca mais ligou a dar uma palavra, nunca mais! Nem festas, férias, dias especiais, aniversários, nem Natal, nem nada! Nunca mais os quis!
Como pode isto acontecer? Que mulher é esta? Como é que consegue viver e dormir sem aquelas três vidas consigo?  Como pode uma mãe abandonar um filho? Como pode rejeitar carne da sua carne? - São estas e muitas outras questões do tipo que me passam quase diariamente pela cabeça e nesta época ainda mais!
É triste, é chocante e é lamentável!!!

Tempo de Natal...

É tempo de alegria,
é tempo da magia,
é tempo de revelação,
é tempo de amor,
é Tempo de Natal!!!

Estamos a viver a oitava de Natal...
Ao contrário da maioria das pessoas que hoje já dizem: "passou-se", "foi bom, mas passou num instante", ou "para o ano há mais"... Eu continuo em modo de Natal! Porque, na verdade, ainda é Natal! É Natal, pelo menos até à Epifania (dia de Reis)! Para mim, também ainda é Natal, porque o menino que nasceu ainda não se deu totalmente a conhecer e porque ainda tenho prendinhas por entregar!
Também contrariamente a toda a gente, neste Natal não desejei as Boas Festas a ninguém por aqui no Blog ou no facebook... Não houve tempo! Neste Natal apenas enviei, na noite de 24/12, dois sms para os amigos e conhecidos; uma mensagem mais longa para aquelas pessoas que são essenciais, especiais e cruciais como agradecimento por serem tão importantes na minha vida e uma outra mensagem um pouco mais breve para aqueles conhecidos de que me lembro todos os anos e/ou para aqueles que "fica mal" não retribuir e desejar as boas festas...
Contudo, e embora depois da grande maioria, aqui ficam os meus votos de que o Deus-Menino a todos acompanhe e guarde, presenteando-vos com SAÚDE, PAZ e AMOR. Feliz Natal!!!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Natal 1998 :)

Foi sem dúvida o meu melhor natal!!!
A casa cheia, a família, amigos, surpresas e a presença de muitas pessoas que hoje já não estão comigo... Não posso, bem sei, mas em não me importava de puder recuar no tempo e voltar a esse natal passado lá em casa. Foi um natal mágico!!! E, mesmo sabendo que alguns meses depois tudo mudaria, eu se pudesse voltava a 1998...

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

#7 - Dicas para o homem perfeito

É aquele que se preocupa contigo a toda a hora, mas sem ser chato ou melga.
É aquele que é sensivel ao ponto de perceber quando estamos mal e que nos reconforta com carinho e simplicidade.
É aquele que tem sempre um abraço amigo, a palavra certa, a solução para o problema, um sorrisso genuíno.
É aquele que, com o passar do tempo, consegue conhecer-te melhor que ninguém.


E tudo isto sem segundas intenções!!!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Amigos!

Deus colocou na minha vida verdadeiros anjos, aos quais chamo de amigos.
Tenho mesmo muita sorte em ter alguns assim muito acima de especiais...
Com eles, sei que puderei sempre contar!
Os meus "anjos" são seres muito especiais, que agora e sempre me vão segurar e apoiar. Obrigada meus amigos TM e JA!
 

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Hoje foi um dia muito difícil a nível emocional...
Tenho o coração do tamanho de um grão de café. Se há coisa de que gosto muito é de brincar e hoje uma brincadeira, levou-me ao melhor e ao pior dos sentimentos. Hoje recordei coisas de um passado recente que me deixaram confusa, triste e vacilante. Queria ser mais forte! Queria ser tão forte como pareço, mas nem sempre é fácil... :(
 
 
Em breve desenvolvo um pouco mais, agora vou até à caminha (que já está quentinha. Abençoado cobertor eléctrico!). Boa noite!

Já foi o dia!!!


O Natal está a chegar - Parte 2

E cá em casa a árvore e o presépio também já estão prontos!



#6 - Dicas para o homem perfeito











O homem perfeito sabe sempre o que oferecer! Sabe sempre o que oferecer e como surpreender, quer seja no dia do aniversário, quer seja no Natal...

O Natal está a chegar...

Aos pouquinhos, claro!
Ontem iniciei lá em casa, hoje aqui no trabalho:

Sem comentários

Ontem enquanto almoçava num restaurante (coisa que faço raríssimas vezes, pois tenho a casa da mamã a 5 minutos do trabalho) fiquei estupefacta com a conversa que quatro miúdos estavam a ter em pleno restaurante e a altos berros. Falavam alto e a bom som das suas relações com as namoradas, as amigas coloridas, as “gajas de engate” e etc e tal… Vangloriavam-se de todas as relações já estarem condenadas à partida, porque elas eram “porcas, vacas” enfim… Gabavam-se de que mantinham o “relacionamento” por gozo carnal. A linguagem era de uma falta de educação assustadora. Ora bolas, eu que até convívio muito com miúdos, tenho consciência dos seus mundos, mas aquilo era excessivo… Não estavam propriamente sozinhos! Enfim sem comentários.
E estou a falar de miúdos que, apesar do muito corpo, não deviam passar dos 16, vá lá 18 anos!