quarta-feira, 29 de maio de 2013

O tempo

 
 
"O tempo pode apagar
lembranças de um rosto
 ou de um corpo,
mas jamais apagará
lembranças de Pessoas
 que souberam fazer
de pequenos instantes,
grandes momentos."

terça-feira, 28 de maio de 2013

Banco Alimentar - Alimente esta ideia!


#11 Conversas

A MINHA MÃE A CRER DESPACHAR-ME:
Toca o telefone:

 - Amiga acordei-te? (22:55)
 - Não! Achas que eu me deito a esta hora???
 - Só te queria dar um toque, para te dizer que estamos aqui a fazer as mesas e que tu vais ficar mesmo à minha frente. Preciso de te ver e que me vejas bem, para nos sentirmos seguras.
 - Que honra e que responsabilidade! (Muito obrigada, fico mesmo feliz!) E o P. concordou?
 - Sim, claro! Pedi-lhe "autorização" e ele achou logo muito bem. Vais ficar numa mesa muito importante, cheia de pessoas importantes para mim, pessoas de quem eu gosto muito, muito perto de nós e vais ficar ao pé da irmã do P.
 - Vou então ficar numa mesa VIP, pois sou Very Important Person!
 - Estás a ouvi-la? (risos)
E brincamos durante mais um bocadinho os três ao telefone...
(...)
 - Mãe, a T. só ligou porque esta a fazer as mesas e queria dizer-me que me colocou numa mesa VIP, ao lado da irmã do P.
 - Oh!!! Devia era ter-te posto ao lado do irmão!
 - O quê? Não percebi!
 - Sim! Ele não tem um irmão? A teu lado ficava melhor e tu estás a precisar!
 - Não, mãe... O P. só tem uma irmã!
 - É pena!


#7 - Em Oração

«Acreditai no Amor
e de tudo o que vos incomoda,

desgosta e tortura, tirai amor.
Visto que a fonte de tudo isso
é o amor infinito com que Jesus vos ama,
deveis acreditar também que Jesus
neste momento, nesta provação,
nesta dúvida ou nesta tentação,
espera o vosso amor.
Tudo o que Ele permite
não visa senão obter uma nova prova,
maior e mais pura do vosso amor.»
Santa Teresa do Menino Jesus
Carta 101

Sim, Senhor Jesus,
eu reconheço que
quando as dificuldades apertam,
a minha Fé no vosso Amor vacila,
ainda não compreendi profundamente
que tudo isso é uma prova da ternura do Vosso Coração,
sou tão pequenina que tudo me assusta;
aumentai Senhor a minha Fé,
fortalecei a minha esperança
e confirmai o meu amor.
Gostaria de poder dar-Te graças
por tudo o que me é difícil,
como Vos dou facilmente
por tudo o que me é agradável.
Tudo, nos Teus desígnios,
tem um fruto de bem para mim.
Senhor, aumentai a minha Fé!

Até Julho… em contagem decrescente #8

Ponto 3 - Está quase, quase, quase a acontecer...
 
Depois dos contratempos da última semana (que me assustaram bastante), as coisas começam a ganhar outro animo. E eu, tenho fé e acredito que TUDO vai correr pelo melhor! :) Pois eles merecem... Da minha parte tudo está postos e só falta mesmo aquelas pequenas coisas de última hora, tão típicas das mulheres. A tão "mal fadada" prenda, que estava difícil de me agradar e que eu espero que agrade aos noivos, já está resolvida! Não é a prenda!!! Pois não consegui ser muito original, mas, acho que ainda assim, preenche as minhas ideias iniciais. Agora, conhecendo-me eu como conheço, só falta surgir uma ideia super imaginativa de última hora!!!

Ponto 4 - Também já avançou um bocadinho e fico feliz, por finalmente ter tido tempo para estar com estes amigos. Relativamente à prenda, tive uma ideia engraçada que já estou a por em prática!
 
Ponto 5 - A sofrer as retaliações??? 

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Elogio à amizade


 
Há AMIGOS que são tão importantes, tão especiais e tão únicos
 que nos fazem sentir muito bem ao final de mais um dia chato!

Balanço dos seis primeiros meses de 2013 - PARTE I

Comecei o ano no Porto, juntamente com duas grandes amigas e entrei com o pé direito, pois já sabia que 2013 não ia ser um ano fácil! E isso veio a comprovar-se nos dias seguintes…

O mês de Janeiro foi, como habitualmente passado em grande correria entre restos de jantares de “natal”, trabalho, reuniões, compromissos e muitas actividades. No fundo, queria absorver todo o meu tempo para não ter que parar e pensar no que aí vinha (e eu nem sabia o que aí vinha!). A 29 desse mesmo mês começaram os piores 25 dias do ano: a doença da minha irmã, o internamento, as sucessivas operações, o pior dos cenários, o risco de vida, as idas diárias ao hospital (para a ver) e o turbilhão de sentimentos… Escusado será dizer, que foi a exaustão e que me valeram os verdadeiros amigos, que foram para lá de excepcionais.

Carnaval??? Este ano foi para esquecer, passou-me completamente ao lado pelo pior de todos os motivos. Mas isso não é relevante! O mês de Fevereiro, foi triste e tentei ao máximo não me ir a baixo. E, mais uma vez, os amigos tiveram um papel importante; eu tentei sempre que podia aceitar os seus convites para me distrair e ir a sítios que me pudessem animar: desfile, teatro, cinema, cafezinhos… Precisava de, de algum modo, me distrair e abstrair do que se passava lá em casa.

O mês de Março iniciou-se mal, logo ao segundo dia tive uma enorme cólica renal e, após o regresso com as amigas de um café diferente, acabei por passar a noite no hospital a soro, injecções e claro, amedrontada com a hipótese de ter uma recaída nisto das cólicas renais. Felizmente, foi só um susto em jeito de aviso (não descuidar da tua saúde!).
Este mês é sempre infernal quer de trabalho, quer de tudo o resto e este ano não foi excepção. Para além da doente que me absorvia muito tempo - pela falta de hábito, ajudas e tudo mais - e das muitas idas ao IPO, ainda tive de bónus (no bom sentido da palavra) a vinda da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima à paróquia e a Semana Santa para viver, que deram o seu q.b. de trabalho e roubaram algum do tempo que não tinha. Também no final deste mês, conheci uma pessoa importante na vida de uma pessoa ainda mais importante: o noivo! (daquele que virá a ser o 1.º casamento deste ano).
CONTINUA...

Tem vezes em que só queria gritar bem alto


ou então bater em alguém!

sexta-feira, 24 de maio de 2013

A frase do dia!!!

Dança de sexta-feira :D

Momentos bons!

Háverá melhor sítio para terminar o dia?


Ontei terminei o meu dia aqui, na praia da Foz do Lizandro.

Após uma (muito) breve corrida, atrevemo-nos a descer a encosta e fomos até à praia, caminhamos, molhamos os pés, rimos alto ("aqui posso rir alto à vontade, a praia está deserta!"), conversamos, escrevemos na areia, assistimos ao pôr do sol... Foi diferente e soube muito bem. :)
Aproveitei para relembrar outros tempos... Tempos de quando era mais nova, quando tinha mais tempo, quando ver um pôr do sol era sagrado, quando ia com mais frequência para a praia terminar os meus dias... Saudades! Não desses tempos nem dessas companhias, mas dessas vivências e das não-responsabilidades da altura...

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Porto cidade de oportunidades...


Gosto particularmente desta cidade, tenho amigos e bons momentos vividos nela!
Uma visita ao Porto vale mesmo a pena.
Entrei em 2013 nesta bonita cidade e tenciono voltar em breve...

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Até Julho… em contagem decrescente #7

Ponto 2 - Já passou!!!
Festa da Profissão de Fé e 1.ª Comunhão
Domingo, 19 de Maio de 2013 - 8.º ano da Catequese do Sobreiro

Foi um dia muito bonito e especial que, de certo, não esquecerei!
Foram muitas as horas a planear e organizar tudo, a fazer as prendinhas, as lembranças, a escolher os cânticos, a fazer o guião, a alterar isto e aquilo e a inventar só mais uma coisinha, só mais um miminho... Mas, no final tudo correu tal como previsto, ou se calhar melhor ainda. Não faltou nada, nem mesmo os "maus agoiros" e os nervos! Mas, o que importa é que foi uma bonita festa. Nada perfeita (como alguns desejam sempre) mas foi real, sem excessos, espontânea, feita por miúdos reais e não por "pequenas máquinas demasiado ensaiadas", repleta de alegria e sentimento. Foi (sem dúvida) especial, sentida e importante, disso tenho a certeza!

O bolo chegou à hora combinada, embora com algumas alterações ao solicitado. Mas estava óptimo, e isso é o que mais importa:


Os guiões, que pareciam "embruxados" (pois não os ia conseguindo agrafar) foram todos devidamente assinados e entregues às famílias tal como previsto e, que se tivesse notado, não tinham imperfeições relevantes.
Com um pouco de atraso e algum nevorsismo, a cerimónia começou! Não tivemos tempo, nem oportunidade de ensaiar muito para as coisas estarem "todas certinhas", portanto optamos pela simplicidade e espontaniedade e eu confiei neles... do mesmo modo que eles têm confiado em mim nos últimos oito anos, e assim tudo correu muito bem. Depois de fazerem um pequeno agradecimento aos pais e padrinhos, e de receberem os diplomas e as cruzes (que quase todos não tiraram mais!!!) foi tempo de, em grande correia, tirar as fotos da praxe em conjunto e de partirmos o bolo. E, no entretanto, era tempo das surpresas. Primeiro, dois lindos ramos de flores para as catequistas, depois uma paz imensa por terem dado mais um passo tão importante. Mas o melhor ainda estava por surgir, não fui só eu que tinha preparado algumas surpresas! Eles também tinham uma para mim (eu já desconfiava) e foi brutal!

Deixei-os na expectativa do que lhes tínhamos para oferecer, para além dos crucifixos (símbolo da Festa da Profissão de Fé) e das hóstias que estavam sobre o bolo...


... e esperei (esperei, esperei, esperei...) até eles me revelarem o que tinham preparado para mim, o que acabou por acontecer com algum atraso e à lei do improviso, pois a intenção era a melhor mas a experiência deles era pouca.
Tinham para me mostrar um powerpoint, em jeito de agradecimento, com alguns dos momentos mais importantes para eles desde o 1.ª ano de catequese até ao momento presente e depois, para compor a surpresa, tinham feito uns pequenos filmes em que me agradeciam por estar sempre ao lado deles para tudo. Estava lindo!!! E, como não podia deixar de ser, chorei em alguns momentos, lágrimas de alegria, ternura e muito orgulho!
Foi tão bonito o que fizeram, o esforço e trabalho que tiveram, a ideia simples mas tão tocante e a vontade enorme em me mostrarem "aquilo" naquele dia, roubando assim (muito) tempo às respectivas famílias. Fiquei quase sem palavras para agradecer de tanto que gostei... Foram, aliás são, uns queridos!

Depois também lhes entreguei os miminhos que tinha feito: uma caixa de cartão inteiramente decorada por mim, uma medalha de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com uma oração de protecção e, como não podia deixar de ser, um chocolate, que desta vez chegou personalizado!

Os chocolates!

O texto que coloquei no verso dos chocolates.

As medalhas feitas á mãos por mim
(peço desculpa mas não consigo virar a foto)

Os Chocolates e as Medalhas

Todas as ofertas antes de fechar as caixas.

O resultado final :)


Até Julho… em contagem decrescente #6

Ponto 1 - Já está!!!
Bênção das Fitas 2013
Sábado 18 de Maio de 2013 no Terreiro do Paço em Lisboa

Estive lá, pouco ouvi e nada vi, mas estive lá! Foi um dia de dormir muito pouco (cerca de 4 horas), levantar cedo, chegar atrasada, stress no estacionamento, mas um dia bonito.
Terminei a fita que me haviam dado - e que tinha mesmo que entregar no dia da bênção - eram cerca das 4h da manhã porque fui adiando, adiando, adiando... conclusão: "faço na sexta à noite!", mas depois surgiu um imprevisto e um convite para beber café e pronto sobrou a madrugada. Ai, ai!!! O que me valeu foi já ter tudo minimamente planeado no papel. E assim sendo até nem ficou malzinha!
A prenda também foi ficando para o fim e quase ia dando barraca, mas conseguimos ter o voucher a tempo e foi uma maravilha! A nossa finalista nunca desconfiou de nada e por isso foi a surpresa total!!!
Terminamos a bênção com um almocinho de meninas que soube mesmo bem... E para o ano haverá mais???
Parabéns C.L.!!!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Assim vale a pena viver ;D

Mais um grandioso fim-de-semana...
Mais dois dias repletos de emoções e passados entre pessoas muito especiais...
Mais 48 horas vividas em pleno...
Mais 2880 minutos presenteados com o melhor que há no mundo: amizade, amor e fé! (não necessáriamente por esta ordem)
Foram mais uns pedacinhos de vida, para lá de muito bem vividos, que me deixaram com o coração e o espírito a transbordar...


É caso para dizer que assim vale a pena viver!!!

domingo, 19 de maio de 2013

Dedicado a um grupo especial! :)

Ao longo destes oito anos têm sido muitos os momentos partilhados: as alegrias, as conversas, os exemplos, as pessoas, as  histórias de cada um e de tantos outros, os doces, as aventuras, as novidades, os sermões, as emoções, as conquistas, os passeios, as tentativas de passar "algo" e até as parvoíces. Têm sido horas findas de catequese, de aprendizagem, de oração, de contemplação, de riso, de cumplicidade e de amizade. Têm sido muitas as coisas boas partilhadas. Mas, também há as menos boas, as derrotas, as desistências e as dificuldades... Têm sido grandes as tentativas de fazer destes "seres (para mim) especiais" cristãos com um C bem grande!
No decorrer destes oito anos tenho tentado mostrar - dentro das minhas infinitas incapacidades - o quão bom é sermos diferentes pelo melhor de todos os motivos: por CRISTO! Nestes oito anos tenho ensinado e transmitido muito, mas também tenho aprendido em larga escala... E o orgulho que sinto enche-me o coração! Tenho-me preocupado com todos e com cada um de um modo muito especial, tenho-me emocionado e tenho acreditado, tenho-os visto crescer em estatura, sabedoria e graça com um misto de dever cumprido, gratidão e satisfação...
E ao contrário do que possa parecer, não tomo para mim "os louros" destes oito anos. Não, de todo! Sei que o resultado de hoje deve-se a um infindável número de factores que positivamente sempre estiveram presentes na vida de cada um: a família, os amigos, o nosso pároco, a oração, a comunidade (com todas as coisas boas e as menos boas) e a vontade de cada um, em se ajudarem e em crer, estar e ser diferente. Eu cumpri apenas a missão que o Senhor me confiou quando os conheci! E se o Senhor por vezes me usou para os ajudar, ensinar, apoiar e orientar, dou graças por isso.
Tenho estado ao lado destes miúdos, com muito orgulho, tenho-os ajudado naquilo que posso e faço-o de coração, sem necessidade de qualquer tipo de agradecimento e/ou reconhecimento. Faço-o porque gosto muito do que faço, e sobretudo deles, e porque acredito que eles são o que de melhor o futuro pode ter! São especiais...   

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Até Julho… em contagem decrescente #5

Ponto 1 - Está mesmo, mesmo a realizar-se e eu ainda continuo bloqueada... Não sei como ser original?! Mas tenho que me despachar pois já só tenho três dias...

Ponto 2 - Este é um dos mais importantes e, felizmente, está praticamente todo orientado. Falta apenas uns pequenos pormenores e acabar umas coisinhas e lembrancinhas mas está tudo tão bem encaminhado...
Na 5.ª feira passada, foi buscar os chocolates que estão lindos, fofinhos e serão a minha surpresa! Estão tal como encomendei e a senhora que os fez garantiu-me que são maravilhosamente bons. E ainda que não sejam, vale a surpresa! Também a outra lembrança já está despachada e espero que os proteja sempre. As caixas estão a ser feitas, na 2.ª à noite um pouco, ontem mais um pouco e hoje talvez as termine e também estão fofinhas que só elas. Só posso mostrar aqui depois de tudo estar entregue por isso, esperem para ver...
No que diz respeito ao dia, já muito pouco falta, as folhinhas para a assembleia estão feitas, dobradas e preparadas. O guião está (finalmente) concluído; só falta imprimir, dobrar, agrafar e pronto! O bolo, o fotografo e as flores também já estão tratados. Os ensaios estão todos a correr muito bem, hoje teremos o segundo, na sexta juntamo-nos a todo o coro e no sábado faremos o final, e este será a sério. Está tudo distribuído e organizado. E ainda me lembrei de uma pequenina surpresa para as famílias que na sexta, todos juntos, ultimamos tudo.
No domingo será o grande dia para a minha malta!

Ponto 3 - Este ponto também é muito importante e talvez por isso tenha tanto tempo "gasto" a pensar nele. Finalmente decidi-me pela prenda que só a falta ter do meu lado e ainda estão pendentes alguns pormenores, mas ainda há tempo! Já tenho a minha malinha feita! Foi a minha querida mãezinha que a fez e está tal como eu queria, um miminho que em breve mostro e que só por si vale muito.

Ponto 4 - Tenho falta de tempo para me juntar a uma grande amiga. Desculpa C.C., mas eu vou, mesmo sem ter recebido o convite oficial!

Ponto 5 - Está resolvido!!!
Não foi fácil tomar a decisão e talvez por isso a tenha adiado tanto, mas teve mesmo que ser e acredito que foi a melhor... E não quero mais falar disto, este ponto (que não revelarei por estarem terceiros envolvidos)está concluído!

terça-feira, 14 de maio de 2013

Um sábado em pleno (do melhor)!

Nem sempre (e acho que já o frisei aqui!) reconheço o quão sou feliz e grata pela vida que tenho! E, sobretudo, pelas pessoas que tenho a sorte de puder ter na minha vida.
O meu dia de sábado foi um sinal disso mesmo, foi um dia (muito) longo, mas 100% especial!
Foi um dia passado com simplicidade, alegria e entrega aqueles por quem vale a pena viver: os que gostam de nós!
O dia começou muito cedo, cozinhei o almoço, despachei-me o mais rápido que consegui (pois ainda assim podia ter posto o rabinho mais cedo fora da cama) carreguei o carro de malas, sacos, coisas e coisinhas e o destino: Igreja!
O dia foi (muito bem) passado com a minha “maltinha” do 8.º ano (em breve dedico-lhes mais um post) que fez o seu retiro de preparação para a Profissão de Fé. A noite foi passada com um grupo de senhoras assim para lá de muito animado.
O retiro correu mesmo muito bem e tudo esteve melhor do que planeei. O Pe Ivo Santos, que passou a manhã connosco, esse foi cinco estrelas. Mal sabia ao que vinha e disse-lhes coisas muito profundas do modo o mais simples e ajudou-os a perceber como “andar por aí a voar num avião comercial”… Depois todo o dia foi um crescendo, tivemos hipótese de nos encontrar com Nosso Senhor, de consagrar a Maria o nosso dia, de brincar, de aprender e de começar e terminar em oração: Laudes e Eucaristia. Foi muito bom! E tenho a certeza que os ajudou muito…
Depois em ritmo super acelerado fui a 1000 à hora a casa, tomei um banho daqueles quase improváveis de tão rápidos, coloquei um pouco de maquilhagem, um vestido e lá fui a correr para a despedida de solteira da melhor amiga (que havia começado cerca de três horas antes). Ela sabia que eu não podia estar logo, mas na nossa amizade há tempo para tudo e até estas pequenas ausências são aceites de coração.

Parte da frente das nossas t-shirts (que ficou linda com o meu vestidinho!)

Parte de trás! (Medronho não é o que estão a pensar!) 
Posso dizer que em vinte e muitas que éramos cheguei ao restaurante a conhecer apenas a noiva e a mãe e saí de lá quase a pertencer a Monchique (terra da larga maioria do mulherio presente). A sogra da noiva – que planeou grande parte da tarde e noite e que está de parabéns – é uma querida. E todas juntas fizemos a festa! A noiva adorou todas as nossas surpresas e nós rimos, brincamos, brindamos, cantamos, dançamos e rimos e brincamos e rimos e brincamos (…) muito. Foi uma animação! Não fosse uma rusga na discoteca onde nós estávamos e a noite não tinha tido fim… Mas pronto! Ainda assim, brincamos muito com a situação e se há coisa de que a noiva não se pode queixar é de falta de homens – grandes, musculados e fardados – naquela que foi sua noite!
Cheguei a casa já madrugada dentro e, escusado será dizer, que estava para lá de exausta! Mas feliz! Muito feliz por ter passado o dia e a noite com pessoas tão bonitas (e já não me refiro aos polícias). Assim vale a pena!

terça-feira, 7 de maio de 2013

#6 - Em Oração

Senhor,
transformar-me em Ti,
que és Amor,
é ser como Tu: Amor!
Dai-me a graça de viver,
já aqui nesta terra,
por amor,
e a alegria do meu encontro conTigo
arrastará para Ti a muitos!
Fica comigo, Senhor!

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Ai garfield!

Até Julho… em contagem decrescente #4

Ponto 1 - Continuo a ser assaltada por um florar de ideias parvo, o problema é que nada mais - para além das ideias - avança!!! Talvez o presente já esteja no bom caminho, mas ainda assim vamos ver... E ainda há algum (pouco) tempo, vamos lá ter calma.

Ponto 2 - As ideias continuam a multiplicar-se e o tempo começa a ser cada vez menor para tanta coisa! Estou em contagem decrescente e desde sábado que já estou a sentir a pressão, a responsabilidade e o stress... Mas tento dar o meu melhor ar de pessoa tranquila e ir andando com tudo. Quanto ao dia, esse está praticamente todo organizado, os ensaios já começaram, o guião só falta reler e imprimir e todas as necessidades estão (muito bem) orientadas, as ofertas estão começadas e já só faltam chegar os chocolates (surpresa!!!). Das coisas que fiquei de tratar só falta o bolo! E há que ter calma, certo? Pois nada é meu! Será de Deus o mérito de todo este meu esforço, e isso é o que basta.
O que mais me preocupa neste momento é a preparação, essa sim está muuuuuuuuuuito atrasada! Help-me please!!! :(

Ponto 3 - Achava eu que só faltava mesmo o presente (que me está a tirar o sono por todos e mais alguns motivos). E afinal ainda me faltam alguns pormenores mais práticos... Mas, e acima de tudo, estou feliz por puder ser cúmplice de uma felicidade que vos preenche e a mim me felicita muito. Gosto muito de vocês (e já falo no plural!) TM&PM!

Ponto 4 - Por ainda estar mais distante e por ser muito semelhante ao ponto anterior não me “atormenta”.

Ponto 5 - A minha posição mantém-se. E depois das últimas horas, estou mais firme do que nunca! Agora só falta a parte mais difícil: "saltar"!

 
NOTA: Assim que "os pontos" se forem concretizando, desvendarei do que falo...

#13 - Dicas para o homem perfeito

Esta é unânime entre todas as mulheres: o homem, dito perfeito, não pode ressonar!!!


Haverá coisa pior?

sexta-feira, 3 de maio de 2013

#10 Conversas

 - Isso é que é caminhar, hã?!
 - Olha lá, tu não sabes que não se buzina para as senhoras na beira da estrada? Isso é tão…
 - Espera lá, mas eu não buzinei para a tua amiga! Foi para ti!!!
 - Nem sei o que pensar disso… Ainda te enterraste mais.
 - Buzinei para ti, porque te conheço e porque quis ser simpático a cumprimentar-te.
 - Pois eu mal te reconheci e a primeira reacção foi chamar-te um nome feio. Embora tenha ficado na dúvida…
 - Ok! Não acredito que não me reconheceste!

#1 - Coisas que, por muito que tente, não consigo perceber...

 - Porquê que as pessoas são tão egoístas e más para com o próximo?
 - Quando uma pessoa mostra ser o que não é…
 - Certas mudanças inesperadas de atitude. O que é isto?
 - Aquelas pessoas que se dão com todos, mas que não gostam de ninguém e dizem mal de metade do mundo enquanto odeiam a outra metade!
 - A passagem brusca do ser bestial a besta.
 - O medo que algumas pessoas têm em estar sem companhia…
 - Algumas pessoas!

 E o pior é que ainda perco um pedaço de tempo (e de beleza) a pensar nisto! Já devia saber que há coisas incompreensíveis para sempre…