quarta-feira, 30 de outubro de 2013

#14 Conversas

Na casa de Saúde do Telhal:
 - Tu tens muitos amigos?
 Anem: Tenho, tenho alguns. E a partir de hoje tu passas a ser também meu amigo...
 

Uma noite diferente :)

Ontem pude viver uma noite "diferente"... E diferente é de facto a palavra de ordem neste post! Juntamente com dois amigos, parti para uma noite diferente que puderia ser de tudo ou de nada... Respondi afirmativamente a um convite diferente sem saber bem o que seria, e arrastando dois amigos, fiz-me "à aventura" de coração expectante. Mas, como tudo o que vem de Deus, é sempre muito melhor do que possamos imaginar, assim foi a nossa noite!
Ontem, passei o final da minha tarde e parte da minha noite a fazer "Caridade e Serviço" na Casa de Saúde do Telhal. Fomos já a contar puder estar com os doentes desta instituição, mas não sabiamos bem ao que iriamos...
A primeira recepção, ainda antes mesmo de entrarmos na instituição, foi no mínimo: diferente! Mas gira, foi de tal modo que no carro comentámos "bem, imagina que era a primeira vez que cá vinhamos, que grande recepção!". Depois tivemos com o Irmão Fernando (acho que é este o nome!) que nos falou um pouco da instituição, dos números, das pessoas, das valencias, da Ordem de São João de Deus e que depois nos "vestiu" e levou até aqueles que mais precisavam de nós.
Não eramos muitos, mas ainda assim fomos divididos em grupos de dois e de três e levados para as diversas unidades, onde pudémos dedicar o nosso tempo aos utentes, fomos dar-lhes o jantar e ajudá-los nas suas rotinas. Estar com eles com simplicidade e vontade de ver neles o próprio Jesus!
Foi bonito! Todos nos queriam cumprimentar, conhecer, acariciar, conversar um pouco... Todos queriam a nossa atenção... E, no final, todos queriam que ficassemos mais tempo. Nós também!
 
 
Hoje tenho o coração cheio, de tanto que recebi daquelas pessoas diferentes, mas não menos que eu!

#12 - O que dizem de mim

 - Não conheces a Anem? Fogo ela é bué conhecida!
  
 
Não, não sou famosa! Nem perto disso. E muito menos bué conhecida!
Eu, sou apenas e só uma pessoa que conhece muitas outras pessoas, sou sociável, gosto de conhecer e de ir fazendo novas "amizades"... Mas, nada que se compare ao exagero desta frase. Contudo a I.V. - que a pronunciou - fê-la de coração no seu jeito espontâneo de ser e foi motivo de riso de muitos.
Gosto da espontaneadade, gosto destes encontros casuais, gosto da diversidade de pessoas que conheço...

terça-feira, 29 de outubro de 2013

#3 - Coisas que, por muito que tente, não consigo perceber...

A procura do amor em forma de destruíção de casas, lares, famílias, outras vidas...
 
 
Não compreendo, mas também não julgo!
Fico triste...

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

O gostar muito de alguém tem destas coisas!

Felizmente sou uma pessoa rica no que diz respeito a pessoas especiais na minha vida!
Tenho uma ou duas mãos cheias de pessoas de quem gosto muito, muito, muito... São aqueles amigos que considero mesmo especiais e que já fazem parte de mim. São aquelas pessoas que estão na minha vida como o sol está para a terra, e sem os quais eu era muito menos feliz do que sou...
Mas, estranhamente, a algumas delas não sou capaz de dizer tudo o que às vezes quero! Para o bem e para o mal, não consigo dizer-lhes algumas coisas que às vezes digo baixinho só para mim... por exemplo, gostava de lhes puder dizer mais vezes o quanto são importantes para mim e o valor que têm na minha vida ou, quantas vezes, gostava de ser capaz de lhes dizer sem receio de abalar a nossa amizade  que não concordo com algumas das suas decisões e inúmeras vezes gostava de os alertar para o facto de puderem estar errados ou ainda, gostava de quando "antevejo" que vão sofrer, ter a coragem para os alertar, queria ser capaz de lhes dizer tudo sem guardar nada no coração... Mas nem sempre consigo! E isso deixa-me de coração apertado e a sentir-me sempre "menos amiga"!
 
 
Contudo, e é bom salva guardar isto, não  me calo para prejudicar a nossa amizade ou as suas vidas, pois quando isso está em causa, eu digo tudo... Mesmo que a sinceridade doa um pouco! Eu só me calo quando, não me sinto suficientemente digna para abalar a felicidade do momento, ainda que seja em prol de outra maior... Mas o gostar muito de alguém, se calhar também tem destas coisas! E os que são de facto especiais da minha vida, até isto aceitam de mim.

 

#4 - Se há coisa que eu amo...

É sentir que não foi por acaso que algo aconteceu na minha vida!
 
 

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Dirigido a uma amiga especial...

 
Porque entre nós duas TM, apesar da distância, isto é real!!!

Talvez

...seja "apenas" isto que me falta para que os outros percebam que EU SOU FELIZ!!!
 

Viver para ajudar!!!


#11 - O que dizem de mim

 "O que importa é que voltes a ser feliz, ou pelo menos perto disso"

Esta pequena frase anda aqui às voltas na minha cabecinha desde que me foi dirigida (2 dias atrás!). Pois bem , há que esclarecer muito bem as coisas:
- Meu querido amigo, EU SOU FELIZ!!!

 
E porque falavamos "de amores" quero voltar a referir, (já o disse - muitas vezes - ao longo deste tempo, não só aqui no blog, como pessoalmente) que a MINHA FELICIDADE não se baseia no facto de, neste momento, não ter ninguém ou de me ser impossivel estar com a pessoa de quem gosto! Uma pessoa para ser feliz não precisa, necessáriamente, de estar com outra! ...Ou pelo menos eu não preciso!
 
 

domingo, 20 de outubro de 2013

Em reboliço :)

Ui! Hoje foi um dia e tanto!!! Foi um dia de muitos "reboliços", sobretudo interiores... Levantar às 7h da matina a um sábado,tem destas coisas! Mas nem tudo é mau, pude começar o dia a "desabafar" com a minha mãe (tem dias em que eu acho que ela é única que me compreende!) e, embora tivesse ficado um assunto "pendente" fiquei bem mais leve... Depois, este foi o primeiro de muitos sábados diferentes; a tarde foi passada a recordar cheiros e sabores da minha infância e por fim surge um sentimento estranho que não sei se é saudade, se tristeza, se é depressão ou ciúme, se é vontade de esquecer ou  de quer muito lembrar...

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Entrega

Senhor
a Ti me entrego
Com todo o coração
Eu nunca fui
tão sincero
Não sei mais
o que fazer
Sem Ti
eu não sei viver
Ouve a minha oração
Senhor
dá-me a Tua Mão!

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

#2 - Coisas que, por muito que tente, não consigo perceber...

Como é que uma pessoa pode ser boa para com os outros, se não o é para com os seus?
Qual o interesse de "passar a imagem da boazinha"?


O colo de Deus...

Ontem foi mais um dia complicado...
Estava completamente passada com o que me tinha acontecido e, entre o pânico e a sensação de impotência, fritei o miolo algumas vezes. Foi de tal modo, que falei de cabeça quente e coração turvo a algumas pessoas, a outras não "mostrei os dentes" todo o dia e não tive paciência num montão de situações. E, mais incomodativo ainda, não manifestei convenientemente o meu carinho por uma aniversariante. Com tudo isto, era mais que justo que Deus no final do dia me tivesse puxado as orelhas e ficasses bem triste comigo... Mas - e esta é a parte boa de ser Sua Filha - Ele fez exactamente o contrário, colocou-me no Seu colo; apertou-me com força e revelou-me, mais uma vez, que por muito que eu me afaste Ele está sempre comigo!  

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

A sentir-me assim...


Fruto do cansaço! :(

Eu sabia!!!!
Eu tinha essa noção e, se o admiti aqui, é porque o estado já era muito avançado: estou mesmo muito cansada... Por tudo e (para alguns) por quase nada, ando cansada! Ando a dormir pouco e mal, a trabalhar muito e mal, a descansar pouco e mal, a comer mal, a falar mal (a toda a gente!), a sorrir mal e a fazer um esforço que mal me consigo aturar! Ai ai ai!!!
E ontem tudo isto produziu os seus frutos: perdi um estojo, onde tinha uma pen com TUDO o que precisava de momento, inclusivamente documentos que foram feitos em duas semanas de noites  longas de muito trabalho árduo... Perdi todo o esforço que fiz, todos os documentos, coisas para entregar este fim-de-semana, trabalho para uma actividade de domingo... e, mais grave, alguns desses textos saíram directamente da minha cabeça para o documento. Enfim!!! Hoje o dia foi muito chato, pareço uma zombie, e estou farta de ouvir todos à minha volta a dizer que foi bem-feito, que as pens não servem para este tipo de coisas e blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! OK!!! Já chega!!! Eu sei disso tudo!!! E se calhar até mereço que me digam estas coisas, mas por favor não me digam mais nada nos próximos tempos, porque agora a única coisa que eu preciso de ouvir é: apareceu!
 
E enquanto isso não (nunca) acontece, esta noite vou fazer tudo o que preciso para domingo; logo vai ser uma bonita directa! :( O resto vou fazendo o que, como e quando for possível...

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Não gosto! #5




De gente besta!!!
Não gosto de pessoas estúpidas, insensíveis, egoístas, com a mania da superioridade, sem coração e que por tudo se aproveitam para rebaixar os outros!

Socorro!!!

Quando me dedico a uma causa, dou tudo de mim, lanço-me sem reservas, sem poupar esforços, sem medir forças, sem ter limites, entrego-me e pronto!
Quando confio numa pessoa, dou tudo de mim, lanço-me sem reservas, sem poupar esforços, sem medir forças, sem ter limites, entrego-me e pronto!
Quando me apaixono, dou tudo de mim, lanço-me sem reservas, sem poupar esforços, sem medir forças, sem ter limites, entrego-me e pronto!
Mas, quando chega o cansaço, este chega e pronto!
Nos últimos tempos sinto o peso do cansaço a três dimensões. Sinto o cansaço, o desanimo, a inercia, a incapacidade de mudar, a saudade de outros tempos e de tantas pessoas em grandes doses triplas... Sinto falta de tanto, mas preciso de tão pouco! Agora só queria descansar e de silenciar toda esta confusão que vai na minha cabeça e coração. Estou tão cansada! :(
 

domingo, 6 de outubro de 2013

70 rosas

Neste dia especial, tal como há muito falado: 70 rosas!!!


 
Nunca me esqueceria disto....  :)

São 70!!! Mas por mim, que sejam 70x7

1 - Vida
2 - Ternura
3 - Esforço
4 - Filhos
5 - Amor
6 - Amizade
7 - Exemplo
8 - Carinho
9 - Lutadora
10 - Coragem
11 - Companheira
12 - Fé
13 - Conselheira
14 - Trabalhadora
15 - Sincera
16 - Organizada
17 - Dedicação
18 - Abraço
19 - Caridade
20 - Colo
21 - Partilha
22 - Força
23 - Flores
24 - Suor
25 - Humildade
26 - Lagrimas
27 - Desgostos
28 - Gémeos
29 - Oração
30 - Empenho
31 - Dor
32 - Caminhada
33 - Deus
34 - Construtora
35 - Netos
36 - Cozinha
37 - Docura
38 - Abrigo
39 - Sabores
40 - Amparo
41 - Filomena
42 - Doação
43 - Consolo
44 - Entrega
45 - Pilar
46 - Orgulho
47 - Dádiva
48 - Protecção
49 - Ajuda
50 - Esperança
51 - Batalhadora
52 - Felicidade
53 - Alegria
54 - Soberana
55 - Cuidado
56 - Viúva
57 - Fidelidade
58 - Defesa
59 - Saudade
60 - Histórias
61 - Serviço
62 - Avó
63 - Saúde
64 - Coração
65 - Bondade
66 - Generosidade
67 - Grandeza
68 - Admiração
69 - Parabéns
70 - Mãe!!!
 
E 70 palavras não chegam para te descrever aos longo destes lindos 70 anos. Adoro-te tanto que é impossível procurar palavras para to descrever. PARABÉNS MÃE!!!

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Sensação estranha

Quando tomei conhecimento, e consequente consciência, de que o que aqui escrevo é lido por um número fixo de pessoas, tudo me pareceu tão irreal!
Um misto de sensações estranhas invadiram-me o pensamento... Pensei, quase de imediato, que agora deveria ter uma cautela reforçada com o que escrevo, pois não posso "passar uma imagem" diferente daquela que é, de facto, o que estou a sentir. Mas depois, de novo com os pés na terra, percebi que sempre assim foi... Nunca escrevi nada que não fosse um espelho de mim mesma!
E, embora note uma significativa evolução dos textos que aqui inicialmente escrevi, para os mais recentes/actuais, este espaço continua a ser apenas um local onde largo um infinito número de "palavras soltas que vão dizendo qualquer coisa sobre mim, a minha fé, a minha vida, o que me rodeia e fascina...". Um local onde sou transparente para os que me amam, estranha para os que simplesmente não me conhecem e diferente para os que não me suportam. Este blog é hoje, e cada vez mais um espelho de mim. E, por isso, também eu evoluí bastante nestes quase 4 anos.


Por fim, grande e carinhoso obrigada aos que, fielmente, por aqui passam com alguma frequência! (Mas, não deixa de haver em mim uma sensação estranha que pouco percebe o porquê de virem às "Palavras Soltas...")

Triste :(

Há coisas que, infelizmente, doem mais do que outras! E hoje, se há coisa que me doí muito, é a tua total despreocupação com(igo) os meus. Uma simples pergunta, ainda que forçada, era preferível a todo este desprezo!
 
 
...Assim "estragas" a imagem que eu tinha da tua pessoa.
Ou, tu já não és tu???

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

#10 - O que dizem de mim

"Nem todos têm a tua capacidade para ensinar, cativar e de os fazer absover coisas.
É uma caracteristica nata!" (PeLB)
 
 
Acho que estou a profissão errada!

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

#13 Conversas - Hoje "on fire" :)

 - És tu que cheiras bem?
Inclina-se cheira-me um pouco os cabelos...
 - Sim claro, só podias ser tu!
 - Oh, obrigada!
 - De nada...
 - Preciso de um... (e faz um gesto "suspeito" com a mão)
 - Ui, isso pereceu-me tão gay.
 - Parecia só, porque não Sou!!!
 - Não sei...
 - Não sabes é porque não queres...
 - Não sei, mas imagino!

#12 Conversas

 - Sim, eu sei que tu sabes tudo.
 - Não, não sei... Pois se soubesse não estava aqui sentada.
 - Quem sabe? Poderias estar...
 - Não, no mínimo estaria sentada do lado de lá desta parede.
 - Olha e se calhar eras melhor! Quer dizer, se calhar farias melhor...
 - Mas tu tens dúvidas da minha eficiência???
 - Não, no que conheço, não tenho. Mas também não conheço todo o teu potencial...
 - Ui, nem vais conhecer, pois como dizes sempre és um homem casado!
 - Rapariga sou casado, mas não sou capado.
 - Pois, mas eu não gosto dessas brincadeiras! Quer dizer também nunca experimentei...
 - Ah, ok!!!

Termina a conversa, muito riso e muita asneira e não é que literalmente o homem escorrega e só não caí com alguma sorte e muito equilíbrio!!! :) :) :) (Muito Bom!!!)

A memória das datas

Há anos, dias e datas que nos ficam na memória... Alguns deles para sempre! Existem diversos motivos que nos fazem guardar essas datas. Alguns são de alegria, outros de saudade, outros há ainda de tristeza e mágoa. A nossa história desenha-se, aos poucos, com a junção dessas enumeras datas e a leitura das mesmas à luz divina.