sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Balanço dos últimos seis meses do ano - PARTE I

Com o ano quase, quase a terminar é tempo de, à semelhança do que fiz a meio do ano, fazer um balanço destes últimos meses do ano... E que ano!
 
Julho foi um mês agitado: um nascimento, mais umas idas ao IPO, fim das actividades pastorais, FIA, mais um casamento, todas (e mais algumas) as festas da aldeia (e na minha terra, não foi excepção!), uma festa de 25 anos de casamento e uns aniversários, incluíndo o meu! Este ano, o meu dia foi vivido e aproveitado ao máximo, tendo-se revelado um dia diferente, mas muito, muito bom!
 
Depois chega Agosto, e este foi um mês assim para lá de muito bom! Foi o mês das férias :) e do abrandar do ritmo. Ainda bem que há meses assim: mais tranquilos, que possam contrastar com os restantes... Em Agosto comecei logo por fazer uma visita a um familiar com aquela doença que foi o "centro de todas as atenções" neste ano de 2013 e também em Agosto a minha irmã deu inicio às suas inúmeras sessões de rádio. E lá esteve a doença, mais uma vez, a crer dominar o mês e a minha vida...
Foi também em Agosto que tomei uma grande decisão e findei um dos desejos para este ano. E, ainda neste mês, voltei a Felgueiras para um encontro e local especial, onde é sempre bom voltar para reencontrar amigos, emoções e sobretudo para acertar contas com as saudades, os abraços e com Ele (Deus). Neste encontro, ainda fui presenteada com um "algo" de que não estava mesmo nada à espera! É que Deus, muitas vezes e de muitos modos, vem até nós através dos outros para nos mostrar que é sempre possível continuar e, porque não!, recomeçar, fazer de novo e melhor... Hoje, passados quatro meses depois disso, agradeço o facto de ter ido, mais uma vez, ao Encontro Nacional da JMV, por tudo o que pude trazer de lá, pelas novas amizades e sobretudo "pelo presente" recebido... Foi, sem dúvida, mais um encontro marcante. Foi muito bom!
Para terminar este fantástico mês, e já a iniciar o mês seguinte, fui de férias... Umas férias muito divertidas, diferentes e mais que necessárias. Foram mesmo, mesmo boas: excelente companhia, um local lindo, visitas e passeios magníficos, muito riso, muita comida, alguma aventura, ousadia, algum vinho e muitas estrelas. A repetir, sem dúvida!


E assim chegou, da melhor forma possível, o Setembro!
As férias, este ano foram demoradas, por isso estenderam-se por este mês dentro. Tive muito tempo de descanso do trabalho e isso deu-me algum (pouco!) tempo para descansar em pleno, o que é sempre tão bom... Depois, ainda tive hipótese de aproveitar este mês para matar saudades de algumas das pessoas que são importantes na minha vida e, que por norma, estão longe.
Também voltei aos estudos este mês, e o inglês têm sido "um inimigo" simpático. Em Setembro, houve ainda lugar para, sem grande dificuldade, planear, orientar e estruturar todo um novo ano pastoral que se havia de iniciar no fim do mês. E, em relação a este assunto, só posso - mais uma vez - agradecer! Não a facilidade, mas a qualidade que surgiu este ano... Muito Bom!!! Novos catequistas e auxiliares, todos Eles escolhidos por Deus, que me trouxeram mais força e vontade de continuar na missão que me foi destinada... E com tranquilidade o ano pastoral foi iniciado no fim deste mês. E assim, Setembro passou a correr!
continua...

Sem comentários:

Enviar um comentário