sábado, 23 de agosto de 2014

Encontrei-me!

Só passei para registar o meu reencontro! Felizmente a vida é tão maravilhosa que me oferece sempre as maiores alegrias nos momentos em que o cansaço, a tristeza, o desânimo, a falta de fé e o medo me sufocam e tiram as forças. Hoje mais do que o reencontro festejo a amizade e as boas notícias.
Obrigada às amigas mais do que especiais TM e AA.
Explicações para breve!

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

em modo pausa...

Não ainda não fui, mas vou (claro!) entretanto de férias. Mas passo antes por aqui para informar que o blog se encontra em modo "pausa" propositadamente. A frequência das publicações diminuiu pois na vida, às vezes, há momentos em que faltam as palavras...


Regresso quando me reencontrar...

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Imagens da Guerra :'(

Há algum tempo que este tema me atormenta, me incomoda, me fere por dentro, me faz doer a alma, me faz sentir um aperto inútil no peito, me faz chorar... Até já sonhei que vivia esta guerra e acordei tão assustada! O que fazer para minimizar todo este sofrimento?
As imagens que se seguem são chocantes, mas são muito mais do que isso pois são REAIS! São de uma guerra ACTUAL e não daquelas das quais ouvimos falar, ou estudamos na escola! São BRUTAIS mas não um brutal de espantoso ou sensacional e sim um brutal de brutidão, aliás uma brutidão de tal ordem que não dá para descrever... Escolhi estas como poderia ter escolhido outras, escolhi estas e coloco-as aqui porque estão por todo o lado, mas ainda assim todos parecem tão indiferentes...









Cada vez que vejo uma imagem destas, desta guerra tão estúpida, tão desigual e tão sem sentido, questiono o sentido da vida? A existência do amor? E assim perco as forças, a esperança e a confiança...

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

#23 Conversas

Com amigo estilista de noivas e cerimónias (de quem sou eternamente fã!):

 - Olá! Por aqui?
 - Sim! A trabalhar, tem que ser...
 - Já sabes da novidade? Agora estou só cá (referindo-se à nossa vila!).
 - Sim vi no teu facebook e fiquei surpreendida.
(...)
   Olha desejo-te sorte, mas comigo não terás grande sucesso!
 - Não digas isso! Nunca se sabe...
 - Pelo menos para já...
(risos)

A verdade é que não é a primeira vez que nós dois abordamos este assunto e eu fico sempre com um friozinho estranho na barriga... Não é que eu não gostasse de casar, até porque todas as mulheres (acho eu!) gostavam. E eu não sou excepção, é claro que gostava! E até gostava que fosse como sonhava em pequena: de branco, de princesa, na igreja e com um príncipe encantado... Mas não me vejo a fazê-lo nos próximos longos tempos. Será culpa do dito príncipe encantado? Talvez, talvez...
Contudo se um dia chegar a casar já tenho quem me faça um lindo vestido... :) E com isto já não falta tudo!