quarta-feira, 15 de outubro de 2014

#5 - Coisas que, por muito que tente, não consigo perceber...

As prioridades de algumas pessoas! 
Principalmente quando o trabalho vem sempre em primeiro lugar. Vamos lá analisar a frase que me encamita e me leva a estas palavras soltas:

"A minha prioridade sempre foi o trabalho, os filhos e só depois a casa."

Ora bem, o quê que está mal nesta frase?
O trabalho? Não!!! Os filhos. Ou melhor, os filhos depois do trabalho!
E não vale a pena argumentações em que se não trabalhares, como sustentas os filhos? Independentemente de tudo, os filhos deviam estar sempre em primeiro lugar, mesmo tendo que trabalhar (e muito!) para os puder sustentar e educar. 
Eu não tenho filhos, é verdade. E talvez por isso vejo as coisas desta forma, se os tivesse ou quando (e se) os tiver, sei que é isso mesmo que farei, eles virão sempre como a prioridade número um. Não há qualquer trabalho, remunerado ou não, que possa ser mais importante que os filhos! Bolas? O mundo encaneceu de vez?
Foi assim que me vi toda a minha vida, foi assim que me tornei gente, foi com este "acto de amor supremo" que cresci e me tornei na mulher que sou hoje. Tive a melhor professora neste campo: a minha mãe! Por isso, se algum dia a vida mo permitir, quero fazer o mesmo. E, ela matou-se a trabalhar para nos criar e dar o melhor aos quatro! Contudo, fomos e somos, sempre a sua prioridade!
E lamento mas não consigo, mesmo tentando, mesmo fazendo um enorme esforço, não consigo mesmo perceber quem faz a outra escolha, quem põe o que quer que seja à frente de um filho! Não consigo nem quero perceber! NADA prevalece perante um filho!


Sem comentários:

Enviar um comentário