quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

As recordações e as saudades que ficam...

Foi neste dia que eu assumi que era amor! Foi naquela noite, talvez pela primeira vez, que eu olhei para ele e vi tudo o que eu sempre quis ver. Foi quando eu cuidei e mimei como ele sempre fizera comigo, que dei conta do tamanho dos meus sentimentos... Foi naquela noite que eu soube que era amor!!!
Mas já era tarde... E hoje, por muito que não queira, guardo tantas recordações, coisas muito boas mas que deixaram uma marca má. Só eu sei o que custa, o que doí quando a saudade surge! E, o mais estranho, é que o tempo não atenua esta "coisa" que insiste e persiste em dizer-me que não pode acabar assim...

Sem comentários:

Enviar um comentário