quinta-feira, 25 de junho de 2015

Obrigada! =)


Esta é aquela palavra que, muitas vezes fica por dizer, de quem sentimos muito a falta, que nos é tão pouco dirigida nos momentos em que mais precisamos dela, aquela norma rara da boa educação. Mas é também, e felizmente!, a palavra que tantas vezes nos sabe bem ouvir, que nos enche os sentidos e o coração, que nos aquece a alma, que nos intensifica e engrandece como pessoas... 
Contudo, há coisas que não se agradecem: os sentimentos, as amizades, os gestos de carinho, respeito e amor, de gratidão... Não se agradecem porque fazem parte da vida! Pelo menos para mim, fazem. Se apoio uma amiga no pior momento da vida dela, é por livre vontade, porque quis e não "obrigada". Se dou um conselho a quem mo pede, se disponibilizo um ombro, o colo ou os ouvidos é isso mesmo, disponibilizei-me para tal, não fui "obrigada". Se quero estar com alguém neste ou naquele momento, é porque quero, não porque vou "obrigada".
Acredito que seja difícil de perceber, que não seja claro... Para mim, tudo o que faço de coração não necessita de ser agradecido, pelo menos não com esta palavra. Mas também não nego que às vezes sabe bem ouvir um "obrigada" sincero! Sou estranha? Sim, sou. 

Post dedicado ao "tolos" que me agradecem "coisas" nos últimos dias: T&J e JA. Gosto de vocês, não sou "obrigada" a fazê-lo, mas faço-o de coração... 

Sem comentários:

Enviar um comentário