quinta-feira, 9 de julho de 2015

A pensar na vida...

Nos últimos tempos, e principalmente desde o retorno do Telhal, tenho pensado muito na minha vida, no que faço, no que tenho e sobretudo nas pessoas que possuo à minha volta... E também, tenho pensado/lembrado muito aqueles que no hoje da minha vida, por muitas e diversas razões já não estão comigo... E, não me refiro aqueles que partiram para a Casa do Pai. Refiro-me aos vivos, não aos amigos que estão longe, mas àqueles que estão afastados de mim, aqueles que durante um longo e bom período de tempo foram (pelo menos para mim) amigos próximos e que a vida (???) afastou.
Nos últimos tempos tenho questionado muito se vale a pena destruir as nossas pequenas pontes por quase nada... Valerá a pena viver chateada, magoada ou triste com certas pessoas? A vida é tão mais do que isto! 


Tenho saudades de ser criança, viver como criança, ver como criança, pensar como criança, sentir como criança, agir como criança... Ser, talvez, um pouco como muitas daquelas pessoas que encontrei no Telhal... Queria voltar a ser criança, sem compromissos e responsabilidades. E, sobretudo, gostava de voltar a ser criança para relativizar todos os meus problemas!

Sem comentários:

Enviar um comentário